02 junho 2007

A Eva era burrinha...

Post inspirado em uma das tantas viagens intra hamburguenses que tenho feito, conversando com a Vanessa.

A descrição da conhecida figura mitologica da Eva, sempre esteve cheio de lacunas na minha pobre cabecinha... Hoje, vendo de um ponto de vista semi-aspirante a historiadora, eu já preencher algumas delas com certa clareza, o que me afasta ainda mais dessa graciosa (e talvés burrinha) criatura.
A primeira das minhas preocupações com a nossa simpática "talvés mãe de todos nós se o incesto realmente houver acontecido" era a respeito da sua "feitura". Uma criaturinha que tenha sido feita de uma costela, e ainda mais, da costela de um HOMEM, não podia ser alguém assim tão cheia de qualidades.
Você se imagine num lugar sem internet e eletricidade... Tudo que tu pode fazer é dar uma bandinha, comer umas coisinhas sem adição de gordura e açucar e se tiver muita disposição fazer uns abdominais... Sexo nem pensar porque o Adão é um frouxo (e ai já é assunto para um outro post...).
Sem ninguém interresante pra conversar (e o que seria interessante pra uma descendente da costela do próprio marido?) e sabendo que só havia uma coisa proibida a se fazer por ali, o que vocês fariam, meus amigos?
Siiiiim, a maçã!
Mas como eu disse, ela não era das pessoas mais capacitadas mentalmente das quais se tem notícias... Então, não valendo-se da própria valentia, foi encorajada por uma cobra (sim amigos, eu disse "uma cobra", porque a nossa amiga falava com UMA COBRA!!) mordeu a tal de frutinha e ainda ofereceu uma mordida ao seu querido pra ver se ele por consequencia acabaria tomando jeito naquela vidinha mais ou menos que eles levavam.

Sim, eu também não acredito que ela conseguia ser tão tonta assim, sozinha, mas não se esqueçam que a maconha, assim como todos os matinhos alucinógenos hoje populares já existiam naquela época, tornando a nossa conclusão ainda mais real.
Falando um pouco mais sobre a intrigante que Eva teve com sua amiga rastejante (trepante, no caso da macieira!) a gente pode concluir o extremo tédio que era o tal do paraíso. Alguns adotam um bichinho, outros conversam com as plantas, mas qual não é a nossa surpresa ao descobrir que nossa primeira mãe teve a inusitada companhia de um réptil (e como toda mulher ela diria: "mas não qualquer réptil, é a cobra mais famoso da qual se sabe!")
Falando agora sobre ao sexo, além do Adão ser uma banana da pior espécie que já pode ter existido (claro, eu podia citar aqui uma lista infindável de bananas existentes, mas não se esquecem que ele é o banana maior), as criaturas simplismente não sabiam que estavam peladas! Já notaram a seriedade disso?
Se não fosse a Evinha ter se deixado levar pelo "papo" da cobra (e eu ainda acho que em algum ponto dessa história mal contada a Eva teria cheirado alguma coisa ilegal) todos nós não estaríamos aqui hoje escrevendo ou lendo este monte de porcaria que eu estou escrevendo!!!!!

Agora perceberam?
Sem que eles estivessem visto que estavam pelados (coisa que ocorreu em decorrencia da mordidela na maça), não teriam sentido aquela (e aqui eu não sei como me expressar melhor!) quentura selvagem (e mais selvagem que podemos ter ideia, porque afinal, moravam no mato e geraram todos, eu disse: TODOS nós!) e não teriam feito nós-sabemos-o-que!

Podemos concluir o que nesse papo todo...
A maconha sim foi um aspecto importante para a existencia do ser humano...
Sexo não teria a menor graça se não fosse alguma coisa tão pecaminosa (talvés teria se exinguido por lá mesmo)...
Maça pode até ser uma frutinha interessante, mas eu nunca conheci alguém que tivesse ficado mais espertinho comendo maça...
A Eva se tornou uma safada depois que comeu a frutinha que "deu" até pros filhos...
O Adão achou coisa mais interessante pra fazer do que colher frutinhas (pescar continou sendo um hobby masculino quase tão arcaico quanto o velho testamente e igualmente intediante!)...
A cobra é que era a esperta na história toda, mas foi a única que não teve um fim muito feliz...

Chega de falar merda!
Até mais pra vocês!


Gabinha (de volta das cinzas, mas pobre de que nunca!!!)

3 comentários:

Daniel Gruber disse...

Eh, as mulheres são mais espertas nesse ponto....os homens sempre acham q tah tudo bem na vida patética deles....

o sexo é pecaminoso? Hei, ninguém me visou esse detalhe!

A maçã na verdade era extase disfarçado!

bjus kerida!

adri disse...

ahhh, eu tbm teria comido a maçã, com toda certeza! credo, que vidinha ingrata: nascer da costela do cara, não ter internet, tv, livros, soh mato, mato, mato...... (isso poderia ser bom, mas falaste que o adão era um frouxo, neh....?)

tadinha, era burra ainda por cima? então, tinha mais que comer a maçã mesmo pra ter um pouco mais de ação nessa vida! e até que, considerando o fato de ela ter vindo da costela do adão, ela foi bem mais esperta (ou pelo menos ousada), do que ele e colocou logo um fim naquela chatice toda.

e que vivam as maçãs!!!

bjn gabi, saudades desses posts meio sem noção. apareça mais vezes por aqui! =)

Valkiria disse...

Ai ai...

ta vendo o que nossas conversas produzem!!!

imagina se a gente usasse das ervinhas dela ou falasse com a tal cobra loira????? sim em umas figuras ela tem rosto de mulher e é loira!!!!!

huashasuashuash
cara rolei de rir!!!


beijosssss

vou ter que fazer um texto sobre isso... se minha cabeça ajudar...

pera vou pegar a maça!

kkkk