08 janeiro 2008



Alguém tá precisando de uma faxininha aí?
A verdade é que eu to confusa. To preisando que alguém me diga o que fazer, como fazer, e, principalmente com que dinheiro fazer. To pensando em largar a facul por uns tempos (uhh, abalo sismico!) e repensar um pouco como as coisas devem ser. Planejando mil coisas que necessitam de mais dinheiro que eu tenho. Aquela crise de consciencia que as vezes me abala, alguns de vocês pode ser que conheçam (Gru, em especial!).
Queria escrever alguma coisa mais angustiante e abstrata, mas a Val disse que fica impessoal, uhauhauhauha...
 
Não deveria, definitivamente estar escrevendo esta merda aqui, mas quando vi... (pode ser que eu não clique em "enviar")!
 
Quero sumir, um emprego e fazer alguma coisa pra mim, que eu seja capaz.... =/ Essa facul tá me comendo um dinheiro que eu não tenho agora, nem sei porque comecei... Logo eu que detesto depender das pessoas (inclua-se aí mãe e pai!)... Preciso ficar sozinha, zinha por um tempo (como se eu já não ficasse aqui!)
 
 
 
... Eu queria mudar o mundo e to aqui sentada, empilhando folhas...
 
 
 

Daughter * Pearl Jam

Alone, listless,
Breakfast table in an otherwise empty room,
Young girl, violins,
Centre of her own attention.

The - mother reads aloud,
Child - tries to understand it,
Tries to make her proud.

The shades go down, it's in her head,
Painted room,
Can't deny there's something wrong.

Don't call me daughter, not fit to,
The picture kept will remind me,
Don't call me daughter, not fit to,
The picture kept will remind me,
Don't call me...

She holds the hand that holds her down,
She will - rise above!

Don't call me daughter, not fit to,
The picture kept will remind me,
Don't call me daughter, not fit to be,
The picture kept will remind me,
Don't call me daughter, not fit to,
The picture kept will remind me,
Don't call me daughter, not fit to be,
The picture kept will remind me,
Don't call me...

2 comentários:

Vanessa disse...

oi

eu li tah, e os comentários achei melhor fazer em off.

e-mail!

beijos

benderluk disse...

Lido, remoído e não digerido. Fico angustiado de saber que estás angustiada (aliás, todo mundo tá angustiado, que época!). Gostaria de saber mais sobre a tal crise de consciência. Qualquer coisa que eu puder ajudar, pode contar comigo (infelizmente, não tenho dinheiro para emprestar, hehe). Por hora, só posso te mandar umas good vibrations, já que me mando pro litoral amanhã. Fica bem.