30 setembro 2008

Pra seguir em frente

Apesar de achar que não seja um lugar exatamente oportuno, queria
deixar claro o fato que deve ter feito um punhado cheio de pessoas
cairem no chão:
Terminamos.

Seis anos, sete meses e 24 dias. O horário deve ter sido o mesmo do
inicio, senão mais cedo. Nos encontramos, aprendemos infinitamente
muito juntos. Muitas risadas, algumas lagrimas, muitíssimas conversas
sérias e arriadas e todas aquelas coisas fantásticas de se ter
encontrado a tampa da panela. Eu encontrei a minha.

Acampamentos, tardes, manhãs e noites de sonecas, filmes pela metade,
fotos engraçadas e declarações de amor. Chima, lazanha, pantufas,
cobertor. Filme catatonico, filme de comédia idiota, pipoca com
tempero de miojo. E tantas e tantas e tantas outras coisas que somente
em 6 anos, 7 meses e 24 dias poderiam ser descritas. Um vida
inteirinha planejada com detalhes.
Ainda não tenho bem certeza se sei o que aconteceu. A situação
anestesia um pouco a alma pra não perder a razão, mas o que eu sinto é
que deixei pra trás uma parte incrível destes 23 anos. Com uma pessoa
ainda mais incrível, mas que precisava de mais tempo pra ser o que
sempre sonhou. Assim como eu.
O caso foi, sim, pensado e a razão tomou a emoção. Eu preciso deixar
livre o que amo, e preciso eu também me libertar.

A vida segue, agora cheia de lacunas e pontos de interrogação. Mas uma
estrada inteira se abre à nossa frente, e ninguém sabe se um dia
voltam a se encontrar.


:ó(

3 comentários:

Its182 disse...

:(

GuiKamp disse...

?

Luísa Leupolt disse...

Concurso de símbolos?

Mas não tem comm expressar ... =(