04 julho 2006

...E quando samba, o samba mora no corpo dela...

Doidinha, do Seu JOrge, de quando ele cantava no Farofa carioca.

Sabe que é bem complicado sentir/ser diferente.
Ontem eu tive uma conversa com a minha minha ~mãe muito esclarecedora. (pra ela, porque só eu lavei os talhares e louças!)

Ela conseguiu entender alguns (e poucos) porques dessas coisas que passam na minha cabeça. E eu tentei não deixar ela com peninha de mim e achando que eu sou uma maluca. O papo foi rentável. Acho que até conseguiu entender o "Penso, logo existo" que tanto gira na minha cabeça.

A semana tá indo tranquila.

Hoje vou na pizzaria com o pessoal da Facul.

Procurar uns fosseis, vocês sabem.!!!!!




Beijinhu da Gabi-prioridade-do-Maicon!!!!

2 comentários:

adri disse...

essas conversas com maes sao otimas mesmo, apesar do cuidado que temos que ter para nao apavora-las (muito) com tudo que se passa em cabecinhas nenhum pouco ocas feito as nossas... =)

adri disse...

ahhh, pizza, pizza, pizza!! tu comeu de brocolis? cm catupiry?? eh a melhor...