02 outubro 2006

..: :.:.. .::.: :.:: ::... .. ..: :....: .. :: (braile)

...As vezes eu fico aqui pensando com meus botões (os do jeans, porque é só onde tenho botões) : O bom de le blogs é descobrir que eu nõ to sozinha neste mundo. E que nem quando acho alguém que gosta de Los Hermanos ou que parou de dançar porque virou moda. Que nem achar alguém que gosta de arte ou que o namorado mora em outra cidade.

Com o tempo, a gente para com aquela grande besteira de adolescência de procurar um grupinho pra se encaixar que já tenham uma personalidade pré definida pra ti (já tem a música, a canha, os lugares e o cara que tu deve gostar) e parte pra uma parte da vida que o que tem de mágica tem de cruel. A magia (e você não faz idéia do que essa palavra quer dizer pra mim) fica em você descobrir que é auto-suficiente e que pode ouvir bem alto a música esquisita que os teus amigos iriam rir muito da tua cara, se soubessem que escuta baixinho bem de noite e diz pra todo mundo que baixou ela só "pra se arriar". O cruel tá naquilo: Tu descobre que o mundo tem muitos furos e que é mais difícil do que chamar o Chapolin, resolver problemas...

as vezes é engraçado a gente achar alguém que de verdade nem conhece numa situação bem parecida com alguma que tu já passou. A gente vê como o Mundo é grande, mas as possibilidades não são tantas.

Tive um findi de pesar coisas... (e eu sei bem que coisas são estas)
Chorei, olhei pela janela, assisti TV, implorei pra ele dormindo. Desisti e dormi. ei que as vezes o impulso pode levar a gente a cometer uma merda que nem vai ter resultado nenhum. A tua vida vai continuar uma merdae tu vai continuar tendo que correr atras da máquina, mas agora com o coração doendo...

Ok, vamos em frente, sem decisões que possam fazer um corte doido no dedo.
Aliás, só pra contar: continua achando que amo muuuito o Maicon!!!




A semana não sei como vai ser...
De Dieta
De preparativos pro casório
De experimentar vestido e jogá-lo janela afora
De falar no telefone
De apresentar trabalho (só 2- e 1 prova!!)
De tensão (e felizmente desta vez, não a Pré-menstrual)

Não quero mais essa NHtown... I wanna Porto City with my little have magricelo.


Beijo pra alguém, se passar por aqui.

Bilela (ai, que saudade...)

Um comentário:

adri disse...

eh bem isso mesmo, crescer pra mim significa se tornar auto suficiente o bastante pra assumir ser tu mesmo, entend? tipo de cantar aquelas musicas que toodoo mundo fala mal, de gosta du guri que todo mundo acha feio, de ter amigos que sao criticados por alguns... enfim, eh dificil deixah de ser a bonequinha da mamae sim... mas eh bom que a gnt aprende a viver sem se importar tanto cm o resto. com a escoria. com o lixo... hohoho

bjn guria